11 Dicas de Tecidos Ideais para cada Estação | DSI | Distribuidor EPSON Autorizado

Blog

11 Dicas de Tecidos Ideais para cada Estação

11 Dicas de Tecidos Ideais para cada Estação

É difícil imaginar um mercado da moda tão fértil e variado se todas as peças fossem feitas com o mesmo tipo de tecido. Não foi à toa que a moda começou a ganhar espaço na vida em sociedade a partir da oferta de novos tecidos, que acabaram permitindo que peças diferenciadas fossem criadas, cada vez mais específicas a diferentes situações e temperaturas.

A forma como nos vestimos também é altamente influenciada pelas épocas do ano, uma vez que as estações carregam características e tendências próprias que estão sempre mudando.

Diante disso, tecidos diferentes são usados de formas diferentes e para finalidades diferentes, sem esquecer, é claro, do quesito conforto.

Vamos falar um pouquinho sobre alguns deles?

Primavera / verão

Para as épocas mais quentes, é fundamental que o tecido deixe a pele respirar, liberando o calor e evitando o suor, privilegiando o conforto.

1 – ALGODÃO: O primeiro e mais importante tecido para tempos mais quentes é também o mais usado no mundo. O algodão é extremamente confortável e respirável, o que o torna um tecido excelente para épocas quentes. Como o algodão amassa fácil, o poliéster costuma ser usado em conjunto para amenizar o problema.

2 – CHAMBRAY: é um tecido de algodão que ganhou muita popularidade nos últimos anos pela aparência de jeans, gerado pelo entrelaçamento das fibras (e pela cor, é claro), um processo diferente do algodão tradicional. O que o torna perfeito para a primavera/verão é que, por ser de algodão, ele é leve e deixa a pele respirar.

3 – VISCOSE, SEDA E RAYOUN (seda artificial): são ótimos tecidos para o verão, especialmente em regiões menos úmidas, pois, ao contrário do algodão, esses tecidos não absorvem umidade. São tecidos que produzem lindas peças estampadas, transmitindo delicadeza e charme, sem esquecer o conforto e a leveza.

4 – LINHO: apesar da sua textura áspera, combina muito bem com as temperaturas altas. Feito do vegetal de mesmo nome, o linho é um dos tecidos mais antigos do mundo. Ele é leve, confortável e deixa a pele respirar como nenhum outro.

5 – LAISE: por ser todo “furadinho” é outro tecido com a cara do verão. Feminino, clássico e elegante em alguns momentos. Quando combinado com jeans ou usado em versões para saídas de praia, ganhar ar despojado e moderno.

Outono / inverno

Diferente da primavera/verão, as épocas mais frias demandam tecidos mais pesados, capazes de manter o calor do corpo.

6 – ALGODÃO: em regiões tropicais, em que as temperaturas de inverno não baixam dos 20 graus, o algodão funciona muito bem. Já onde os termômetros marcam temperaturas mais baixas, o serve como coringa quando usado por baixo de outros tecidos e pode, sim, ser considerado na confecção de peças para épocas mais frias.

7 – JEANS: o preferido dos jovens, hoje é unanimidade mundial em todas as idades. Não é difícil ver bebês saindo da maternidade de calça jeans. Seu uso mais indicado é no outono/inverno, já que ajuda a manter o calor do corpo.

8 – FLEECE: é um tipo de tecido feito com fibras de poliéster e lembra uma flanela. Uma das suas maiores utilizações é para roupas para prática de esportes em locais com baixas temperaturas, como montanhas e geleiras. Ele garante uma camada de isolamento térmico, ao mesmo tempo em que é leve e permite liberdade total de movimentos.

9 – SEDA: de mais valiosa mercadoria da China aos dias de hoje, a seda pode ser usada em camisas, vestidos, lenços, gravatas, xales e até mesmo luvas. Produzido a partir do casulo do bicho-da-seda, este tecido é leve e mais indicado para uso nos dias mais amenos do outono.

10 – VELUDO: natural ou sintético, o veludo possui o lado avesso liso, enquanto o externo pode ser macio e liso (devora), com carreiras de pelos (cotelê) ou na versão “molhado”, este é um tecido que garante o aquecimento no inverno, com certeza.

11 – LÃ, COURO E TWEED: tecidos mais pesados e “quentes” são as verdadeiras estrelas destas estações, sendo bastante usados e, normalmente, com resultados lindíssimos.

O grande problema dos tecidos de inverno é o menor grau de liberdade para criar, se comparado aos tecidos de verão.

Há ainda os tecidos orgânicos que têm ganhado mercado. Mas, no final das contas, tudo que uma pessoa quer ao utilizar uma roupa é se sentir bem, confortável, confiante.

Aqui, vale uma ressalva, como vivemos em um país tropical, é importante considerar o clima da região que sua empresa comercializa seus produtos, se faz frio ou não, e o quanto as temperaturas baixam no inverno, para assim ajustar o seu produto ao mercado. Outro detalhe a ser analisado é o nicho de mercado atendido. Mesmo se sua empresa for no Nordeste, mas se você produzir roupas para montanhistas, com certeza, você usará mais tecidos voltados para as temperaturas baixas.

Assim, escolha do tecido envolve muitos fatores, época do ano, cultura, conforto, preço, preferência, nichos, entre outros.

Agora, quando o assunto é impressão de estampas em SUBLIMAÇÃO, a melhor opção é escolher tecidos com o máximo possível de poliéster na sua composição, de preferência, acima de 70%.

Isso não quer dizer que seja impossível aplicar estampas com sublimação no algodão. Só é necessário que o tecido passe por uma preparação química, com aplicação de uma resina específica, que deve ser retirada após a aplicação.

Se você quer saber mais sobre como usar o máximo dos recursos da sublimação em qualquer estação do ano e tecido, entre em contato com a DSI.

LUCRAR MAIS COM TECIDOS ESTAMPADOS É POSSÍVEL!

Confira dicas e informações incríveis que vão fazer toda a diferença na sua confecção.


Teste de Imagem

Newsletter
Receba os nossos conteúdos no seu e-mail
Atendimento via WhatsappAtendimento