Como se comportam as tendências de tecidos estampados | DSI | Distribuidor EPSON Autorizado

Blog

Como se comportam as tendências de tecidos estampados

Como se comportam as tendências de tecidos estampados

Quem trabalha com impressão de tecidos sabe bem como é a realidade. A cada temporada de moda surge uma tendência diferenciada para as estampas das peças.

Xadrez, floral, geométrico, listras, tribal, tie dye são apenas alguns tipos de estampas que estilistas e designers utilizam em suas composições na moda, na decoração e no design em geral.

A cada temporada, alguns temas ficam mais em evidência do que outros, favorecendo certos estilos de estampas, deixando-as mais ou menos coloridas, mais ou menos misturadas, mais simples ou complexas.

Como a moda não é ciência, é difícil acompanhar todas essas tendências, uma vez que ela depende da visão, da interpretação e da criatividade do autor. Por isso, as semanas de moda de Nova York, Paris e Milão são consideradas tão importantes, porque reúnem a visão dos principais criadores do mundo.

Mesmo em um cenário com a pandemia de 2020, e muitas empresas diminuindo o seu ritmo de vendas e de produção, as tendências continuaram mudando. Para o verão 20/21, o tie dye veio com tudo. Talvez por trazer cores vibrantes e alegres, para tentar confortar os corações ansiosos pelo fim dessa situação tão desanimadora que abalou o mundo. Ou talvez, por ser uma estampa facilmente reproduzida em “casa” (ou parecer ter sido feita pela própria pessoa), dentro da tendência de DIY (Do-it-yourself) que cresceu exponencialmente com as pessoas mais tempo em casa.

Para o outono-inverno/21, o tie dye permanece, mas trazendo cores menos intensas, onde se vê rosa, verde, amarelo e azul nos tons pastéis.

O floral, como sempre, se mantém no topo, por trazer sempre delicadeza e alegria às peças.

Agora, qual será a tendência para o verão 21/22?

Até lá, tudo pode ser considerado old-fashioned.

Isso acontece porque a indústria da moda precisa de novidades o tempo todo para se manter e criar no consumidor a necessidade de atualização constante, e consequente alto consumo.

Antes de criar, os estilistas e designers fazem grandes pesquisas e viagens, observando o comportamento das pessoas nas ruas, nas vitrines do mundo, para então colocar a criatividade em prática. Dessa forma, é sempre complicado tentar antever o que vem na próxima coleção.

Algumas empresas de confecção e têxtil usam o serviço de pesquisadores de tendências para criar suas peças, sendo os principais destaques o portal mundial WGSN e o brasileiro UseFashion.

Com a disseminação das faculdades de moda e design no Brasil, em universidades públicas e privadas, também surgiram escritórios de pesquisa de tendências e empresas especializadas apenas na criação de moda e de estampas. Além de inúmeros cursos na área.

Entre eles, podemos citar:

  • EnModa – que oferece cursos e workshops sobre criação de moda e pesquisa de tendências
  • TwoTwelveCreativeLab – que oferece cursos online de criação de moda
  • Senac – tradicional formador de profissionais de moda
  • Udemy – site que oferece inúmeros cursos online acessíveis a todos
  • Design de Estampas – curso para aprender a desenhar estampas
  • Innovation Creative Space – curso online com Marina Barbato, profissional reconhecida na criação de estampas.

E, por aí vai…

São inúmeras oportunidades de aprender e, cada vez mais, opções de aprendizado online, para facilitar a vida de todo o mundo. Basta dar uma pesquisadinha no Google, com um pouco mais de tempo, pra descobrir muitas alternativas de cursos e dicas de profissionais de estamparia.

Participando desses cursos, fica mais fácil entender o vai-e-vêm da moda, e ficar preparado para soltar a criatividade em todas as temporadas.

Gostou do conteúdo?
Compartilhe nas redes sociais:

Newsletter
Receba os nossos conteúdos no seu e-mail

Ao informar meus dados, eu concordo com a Política de Privacidade e com os Termos de Uso

Atendimento via WhatsappAtendimento